Páginas

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Especial: Chá de bebê - Dicas e dúvidas!

Quando fazer o chá de bebê? 

É recomendado não deixar que passe do sétimo mês. A minha opinião é que por volta da semana 25 e 30 da gestação a mamãe ainda está se sentindo bem e tem disposição para receber seus queridos com motivação e paciência.
Fica muito mais gostoso para os seus convidados te verem com aquele barrigão imenso e contar os dias para o nascimento, mas para você gravidinha é bem diferente. 
Por melhor que você esteja no final da gestação, o seu corpo não obedece mais com prontidão e acaba fazendo com que você desacelere para garantir que o bebê terá toda a sua energia e disponibilidade.
Aproveite o segundo trimestre para curtir a chegada do seu filhote com pessoas queridas.


Quais são os tipos de chá de bebê mais utilizados hoje em dia?

Chá de bebê tradicional - é feita uma lista de presentes e dividida entre os convidados. Os produtos passam por itens de higiene, vestuário, quartinho do bebê e utensílios do dia-a-dia. 

Chá de fraldas - a lista de presentes é basicamente composta por fraldas, na maioria das vezes descartáveis, a divisão entre os convidados fica entre os tamanhos P, M e G. Existe a possibilidade de incluir com produtos de higiene ao pedido: lençol umedecido, sabonete líquido e pomada anti-assaduras, e também lançar nome de algumas marcas preferidas dos papais.

Chá de congelados - ao invés de presentes para o bebê, cada convidado leva a sua especialidade gastronômica congelada para que sejam consumidas nos primeiros meses da vida da nova família. É super importante alertar os convidados para que façam uma etiqueta com o nome da comida, quem fez e até quando pode ser consumido. Também é de bom grado mandar o alimento em um recipiente que não precise ser devolvido. A ideia é maravilhosa e deve ser incrível no dia-a-dia poder almoçar e jantar pensando em que fez aquele agrado. 

Chá da mamãe - a lista de presentes tem o foco na mamãe, ao invés do bebê. Os convidados devem levar alguma lembrança para a mamãe, mas não necessariamente para o pós-parto. Nada de sutiã de amamentação, conchas para os seios, pomadas e calçolas. A principal função é ajudar a mamãe a voltar a se sentir bonita e maravilhosa,  sensação que deve ter diminuído nos últimos meses de gestação e no período pós-parto. Vale maquiagens, esmaltes, acessórios, lingeries e coisinhas de mulher.

Chá de biblioteca - meu preferido. Os convidados, a sua escolha, levam o artigo  para a futura biblioteca para o bebê. Serão super bem-vindos os livros que já estão na família e que foram passando de criança a criança. Também pode ser estendido a cds, dvs e outros tipos de coleção para o público infantil, se preferir o nome do chá pode ser 'cultural'

Chá de body - um grande varal e muitos pregadores ficam a disposição dos convidados que chegam e penduram o seu presente. Pode ser pedido o tamanho (P, M e G) e o modelo (regata, manga curta e manga longa) ou deixar a cargo dos convidados. Tem a opção da anfitriã disponibilizar sianinhas, botões, bichinhos auto-colantes, linhas, tesoura, agulhas e tecidinhos para que sejam personalizados durante o chá.
É possível também deixar as roupinhas mais abrangentes, não especificando apenas body, mas pedindo uma roupinha para o bebê. 




Um comentário:

  1. Parabens pela estrutura e conteudo de seu site, estou compartilhando aqui, Forte abraço Willian mdf artesanato
    faça-nos uma visitaWWW.CENTRALCAIXAS.COM

    ResponderExcluir

Quer comentar e não sabe como? Escreva no espaço abaixo e selecione "anônimo" na janela de identificação. Não esqueça de escrever seu nome.