Páginas

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Aniversário Infantil de Adulto :-)

Para comemorar os mais de 2000 acessos do bloguinho, um post especial do meu aniversário de 25 anos! Iupiiii...

Em 2011 (buáááá, como o tempo está sendo rápido) eu fiz 25 anos. Como era minha bodas de prata eu quis fazer uma festinha :-) Eu adoro festa de criança, por causa dos tipos de alimento e do clima despretensioso. É muito diferente das outras comemorações.


Começamos como sempre fazendo coisas simples, mas que no final dão um resultado bonito e charmoso. Comecei o dia recebendo a Gisele Máximo que traz os cuidados do salão para a sua casa. Ela sempre chega bem cedo, organiza todo o material e faz tudo com muita calma. Uma paz. Fiz sobrancelha, maquiagem e penteado.




É muito importante dividir tarefas e pedir ajuda das pessoas quando não terá uma equipe responsável pelo buffet. Ao mesmo tempo é preciso estar mais tranquila e pronta para improvisar. Se as pessoas falharem você deverá se manter centrada e saber que ela não fez por mal.

Quem está na situação de te ajudar, já está ali de boa vontade, então, nada de ser grosseiro ou impaciente com seus ajudantes (familiares e amigos). Se ele errou, não o culpe. Você quem está precisando. Fazer tudo sozinha também não é garantia de tudo sair perfeito.

Cada um só dá o que pode. Respeite o limite do outro. Leve tudo na diversão. Ria do que não deu certo e tente fazer o melhor diante de cada situação inesperada. Terminar exausta não é a proposta do seu dia feliz, né? Isso vale para qualquer recepção.

Eu tento adiantar o máximo que dá, deixo o máximo de coisas prontas meses antes. O que vai ser feito na hora é lucro. Deu certo? Ótimo! Queimou? Esqueceu? Derrubou? Solou? Relaxa! As pessoas vão "reparar" muito mais no eu estresse do que na cor da toalha das mesas.

Vamos as divisão de tarefas!



Minha prima Thais fez os brigadeiros de copinho. Ela é muito boa nisso, viu? O ponto, a cremosidade e a quantidade é perfeita. Os lacinhos nós colamos nas mini-colheres de plástico. Ela fez, meu pai trouxe para casa e na hora foi só colocar uma colherzinha em cada um. Eu gosto de usar esses copos grandes, do tamanho da minha vontade. Não rende muito, mas pelo menos não precisa fazer trocentos. Prefiro assim!
Os docinhos eram apenas: beijinho e brigadeiro feitos pela minha mãe. Ela também já trouxe tudo direitinho, cada um na sua forminha (Proplastik). Bem grande a bolinha também, né? Eu gosto assim. Docinho bolinha de gude dá uma tristeeeeza! Essas etiquetas a Dani Prado (comadre) fez o arquivo digital. Nós mandamos revelar (papel de foto), recortamos com tesoura de picote e colocamos em palitos de plástico. Não precisa colocar em todos os doces. Para a foto eu coloquei vários juntos para aparecer. Fica chato ter que tirar papel de cada coisa que você for comer.


Teve bem-casado da Claudete, lógico. No caso de aniversários: bem-nascida, bem-vivida, bem-feliz, bem-sucedida, bem-maravilhosa, bem-o-que-você-quiser. Como não íamos para Santos, a Dani, que vinha de lá, trouxe. Estão percebendo que pedir ajuda, facilita, né? Não queira bancar a mulher maravilha. Esse chapéu de aniversário lindo, foi meu mari que fez (tudo foi ele que fez, sempre!) Todas as etiquetas são feitas pela Dani, como já expliquei no caso dos docinhos. Já o pompom e essas franjinhas rosa foram feitas de papel de seda. Tudo colado com dupla-face. Eu apaixonei!

Olha que lindo o meu chapéu! Obrigada, Marido!

A lembrancinha foi feita em casa mesmo.O tecido foi o que sobrou das toalhas de mesa. O potinho, eu não gosto de usar os da papinha, eu compro. Sou a favor da reutilização, mas nesse caso não me agrada. Esses potinho são maiores, o vidro mais grosso e custam R$1. Não é tão caro, vai? A tampinha é de plástico, você compra na cor da sua decoração. Eu procuro não estragar o pote, assim a pessoa chega em casa e tirar os enfeites. Dentro colocamos mentos rosinha. Foi um tubo e meio por potinho. A jujuba é a opção mais barata. Só que fica batido! Eu gosto, faço. Mas, vamos pensar em coisas novas para colocar nos potes? Pode ser salgado também!

O bolo cenográfico foi feito pela minha Tia Nice, que tem um monte de fofuras para todas ocasiões. O nome fantasia é Tia Nice, mas vê se não fica chamando minha tia de tia, viu? O nome dela é Maria Eunice. http://www.facebook.com/eunice.assis.12?fref=ts HUMP! Então, já falei sobre ele no post sobre bolos, dá uma olhada lá. Esse bolo já passou por várias comemorações, isso sendo que ele nunca trocou de roupa. Fico feliz que as combinações de cores estão sendo mais ousadas nas decorações. Nadinha contra o marrom e rosa, lilás e branco, rosa e lilás, vermelho e branco... mas, é tão gostoso chegar num lugar e ser surpreendido por outras opções: azul e amarelo, preto e amarelo, laranja e rosa, roxo e amarelo, amarelo e marrom, rosa e verde, marinho e pink... Parece estranho? É falta de costume. No final fica lindo e agradável de olhar. Uma decor toda coloridona também, hein? Sucesso! 
A ideia dessa parede era fazer um painel para fazer algumas fotos, já que tinha uma carinha de primavera, o Mari colocou esses adesivos em tons de rosa e amarelo. Só que tinha que ser colocado um pouco mais baixo, acabou que não foi usado. Eu ia colocar junto com os pompons na mesinha do bolo. Ficou muito! Nem sempre muito é bom! Se tiver carregado, tiraaaaaaaaaaa. Você tem uma vida inteira para fazer as coisas. Não coloca pompom, móbile, bexiga...enfeite na parede, na mesa, no chão... papel, plástico, isopor... fica feio. O que é uma pena. A pessoa az com tanto carinho e coloca tudo a perder pelo excesso.  Calma! Divide as ideias para dias diferentes. Depois quando você quiser fazer outra comemoração vai ficar igual. Entende?



Meu tipo A. Perceba que os enfeites já estão no limite, para mais! Hora de parar, qualquer coisa a mais, ficaria ainda mais exagerado. Não é só a decoração! Tem que pensar na cor da roupa, nas texturas. Não precisa estar combinando! Porém é difícil controlar. Calma na decoração, colega! Assim não ficamos com cara de Agustinho Carrara. Perceba que os Apolinários vieram todos na mesma paleta de cor. Meus pais e meus irmão não estão combinando a roupa, mas está harmonizado :) Antes de sair de casa, dá uma olhadinha na família. Vale a pena!


Sobre os pompons de papel de seda. Duas cores, dois a três tons bastam. Ai, tem 14 bolas. Demora a fazer, é chatinho e precisa estar bonito, bem esticado e sem estar desbotado. Aqui é dobrado, recortado e amarrado com antecedência. Fica embalado num saco plástico. Quando faltam uns três dias, a gente (é uma pessoa só, vocês sabem que é!) começa a abrir e deixar num lugar limpo e bem espaçoso. No dia pela manhã, nós colocamos com bastante fita adesiva. Tamanhos diferentes nos pompons e alturas diferentes para pendurar, ok? E essas bonequinhas lindas, feitas de cartolina!


                                              

Nesse dia, para papar, tinha bolinha de queijo e coxinha feitas pelas minhas tias Nice e Teca e pela minha mãe. Sempre é bom ter uns petiscos para o antes, o durante e o depois. Sabe como é né? Sempre tem uma fritadeira que demora a esquentar, um óleo que queima, um salgadinho que foge o recheio... acaba o papel absorvente, salgadinho que não descongelou. 

Enfim, enquanto resolvemos esses pequenos detalhes. Não é nada mal ter uma mesinha com amendoins, salgadinhos, patês, pães, bolachas, sanduíches, geleia, etc.  Os descartáveis - aprendi com a minha mãe - a deixar uma cesta com tudo que as pessoas podem precisar: talheres, copos, palitos, pratos e potinhos. Meus pais que fizeram os patês e o pão com queijo e presunto (simbolo máximo de festa infantil). 

Os potes e espátulas são todos da minha casa mesmo. Pela manhã eu sempre levo para o salão de festas uma caixa com utensílios domésticos variados para evitar ficar toda hora tendo que sair da festinha para buscar. Facas, descartáveis extras, panos de prato, papel alumínio  saquinhos, etc.



A equipe Energia Eventos, do DJ Brenno, esteve aqui também. Deixaram tudo lindo e colorido. Música boa! Dançamos bastante. Dá um super UP na decoração. Não tem comparação muda toda a ambientação. Iluminação é tudo. Faz toda a diferença. Vale a pena investir em luz e música. É uma preocupação a menos. Para mim é indispensável.

Nas mesas tinham toalhas que minha mãe fez a bainha. Já hora de comprar o tecido já pede para cortar do tamanho certo, hein? Essas garrafinhas de vidro são de refrigerantes e as outras são da loja de R$1, em Bertioga, mesmo lugar que eu comprei o potinhos da lembrancinha. As florzinhas são da Fátima Flores, sempre. As mesas e cadeiras são aquelas simples de plástico. Eu não gosto de colocar capas. Prefiro só que estejam bem limpas, basta!

Eu sempre gosto de ter um tema, uma frase ou uma música para inspirar. Como esse aniversário não tinha tema, só as cores: laranja e rosa. Essa frase foi essencial! A lousinha é a nossa de todo dia! Esse brinco lindão é da minha mãe. Na hora do aperto vai na casa da sua mãe, lá sempre tem coisas impecáveis.Não é assim? Olívia, vá na cada das suas avós :-)

Toda comemoração tem uma brincadeira e um prêmio, já virou tradição. O povo já chega querendo saber qual é a "gincana" do dia. Pode ser adivinhar peso, tamanho, medidas... o que tem dentro da caixa, quantas listras tem numa roupa, sei lá! É legal quando a brincadeira combina com a comemoração. Nas bodas de papel era adivinhar o valor e a quantidade de moedinhas que tinha no nosso porquinho, durante esse primeiro ano juntos. Nas festas juninas  já foi acertar o peso da abóbora. Na noite dos caldos era acertar quantas sementes tinham no maracujá. No aniversário do meu irmão foi um pote enorme de jujubas. As vezes, para mudar um pouco fazemos mais brincadeiras mesmo, mais para o lado das gincanas.

As fotos são do Paulo e da Dani, mas também tem minhas e do Tiago. Até meu irmão tirou um monte de fotos nesse dia. Sobrou para todo mundo. Não fiz nada sozinha, por isso ficou tudo tão bonito. O segredo é ver quanto de R$ você pode gastar, eleger as prioridades e contar com a ajuda de quem se prontificar a te ajudar. Fica lindo e bem feito!

Obrigada a cada um de vocês, familiares e amigos, que emprestaram seus talentos para fazer desse dia tão especial!







9 comentários:

  1. own obrigado pelo carinho!!! serei sempre sua tia Nice,isso ninguem tira!!!rsrs
    laranja com rosa! quem diria né??? ... vc é expert em misturar cores que normalmente ñ são tão combinadinhas e dão super certo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem, né tia!
      Um vez tia, sempre tia.
      Beijo

      Nathália

      Excluir
  2. Naninhaaaa...
    já vou começar a ter ideias para o meus 25 anos...
    adorei as combinações, tudo lindo!!!
    Parabéns lindona!
    Bjos
    Camila Kantovitz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que 25 anos o que, bebê?

      Tu já fez 15? Nããããããão, Camila. Não me diga isso!!!! kkkk...

      É gostoso fazer uma festinha de 25 anos.
      Afinal depois chega os 30 e passa tudo tão rápidinho!

      Eu acho que eu vou ter 50 anos e vou quer chapéuzinho e brigadeiro ainda.

      Beijo, você é uma lindona!

      Excluir
  3. Hahaha..é Naninha o tempo voa!!!
    Que saudades de brincar de professora e vc ser minha aluna.. kkk.. sofreu comigo heim?! rs!!!

    Aii eu tb adoroo essa coisa infantil... acho que so o corpo que envelhece!!!!

    Beijocasss!!!
    Camila Kantovitz

    ResponderExcluir
  4. Oi Nati td bem??E a pequena Olivia como está??
    Então eu queria saber como faz esses pompons de papel de ceda?
    Amei...bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, estamos bem! Você esqueceu de me dizer quem é! kkk...
      Eu acho mais fácil você procurar no youtube.
      Assistindo o vídeo, fica mais fácil de entender o passo-a-passo.
      Antes da festa, faça alguns teste.

      http://www.youtube.com/watch?v=klNLVPvduoA

      Beijo

      Nathália

      Excluir
  5. Tudo lindooo... Você tem o molde das bonequinhas de cartolina? Onde encontro? Me manda pelo email: daphyneribeiro@gmail.com
    obrigada :*

    ResponderExcluir

Quer comentar e não sabe como? Escreva no espaço abaixo e selecione "anônimo" na janela de identificação. Não esqueça de escrever seu nome.